Casos de violência doméstica em condomínios aumentam 50% durante a pandemia

21 de setembro de 2020
Arte mostrando um punho e uma vítima de violência doméstica para a pauta "Casos de violência doméstica em condomínios aumentam 50% durante a pandemia" para o Blog da Estasa

Tramita no Congresso um projeto de lei que estabelece como dever de vizinhos informar sobre casos de violência doméstica em condomínios

O número de casos de violência doméstica em condomínios aumentou 50% desde o início da pandemia no Rio.

O crescimento desse tipo de crime mobilizou as casas legislativas do país. Tramita no Congresso Nacional um projeto de lei que estabelece como dever de condôminos, locatários, proprietários e síndicos informar sobre casos de violência no âmbito do condomínio.

No último 4 de agosto, dia em que a Lei Maria da Penha completou 14 anos em vigor, foi oficializada no Rio a Lei 8967/2020, votada pela ALERJ, que determina a adoção de cartazes informativos sobre cartazes informativos sobre canais de atendimento a vítimas de agressão.

Confira alguns dos cartazes neste link. Imprima e afixe-o em lugares visíveis do seu condomínio!

LEIA MAIS:

Blog Estasa – Vaga de Garagem: Polêmica dentro de condomínios

Blog Estasa – Cuidados para evitar fraudes no seu boleto condominial

Blog Estasa – Cuidados na manutenção e nas obrigatoriedades do condomínio

A Estasa, administradora carioca, ainda preparou uma cartilha mais extensa para distribuir pelos mais de 450 condomínios sob sua responsabilidade. Clique neste link para acessar o documento preparado em parceria com a administradora Graiche. Olho vivo!

Além disso, a Estasa preparou uma live para debater as responsabilidades que a lei 8967/2020 impõe ao síndico e como ajudar na prevenção à violência doméstica em condomínios. Na ocasião, a live contou com o diretor executivo da Estasa, Luiz Fernando Barreto Silva, a delegada Carla Ferrão, a advogada Christiane Araújo. A mediadora da live foi a gerente de Novos Negócios,  Valeria Nolding.

 

Pareceu complicado?

Não se cale! Caso você saiba de algum caso de violência doméstica em condomínios, entre em contato com a Delegacia de Atendimento a Mulher mais próxima. A Estasa é referência em gestão condominial e montou uma cartilha especial para orientação dos síndicos. Clique aqui e confira todas as soluções inovadoras para uma administração transparente, moderna e eficiente.

Fonte: Veja Rio